Lucidamente Louco

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quando me vejo louco
Lucidamente me contesto
Se a vida é para poucos
Não quero viver de restos
Migalhas não me bastam
Quero a mais pura fartura
Viver como os que não prestam
Isso é pura loucura

Na verdade do insensato,
Loucura é sensatez.
Mas quando olho para o prato
O vazio ainda não se desfez
Dentro dessa lucidez louca
Por que estou aqui? O que faço?
Os restos me abrigam feito roupa
Na rua me chamam de palhaço
Quando me vejo louco
Lucidamente me contesto.

Canciones más vistas de

Paulinho Natureza en Septiembre