Madame Fulano de Tal

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Arranjou uma aliança e agora é
Madame Fulano de Tal,
Eu conheço o seu passado de aventura,
Já fui vitima da sua traição,
E a malvada criatura ainda achou,
Um anjo que lhe deu a mão.

Conheceu tantos amores por aí,
Coração tão leviano eu nuca ví,
Desceu tanto pra subir, mas afinal,
Agora é, madame fulano de tal !


Autor(es): Ciro Monteiro / Dias da Cruz

Las canciones más vistas de

Elizeth Cardoso en Septiembre