Mais Um Menos São

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Isabela foi jogada da janela
Muitas outras torturadas em suas casas
Feito um prisão
Eduarda morta quando assaltada
Por aqueles que deviam protegê-la
Em qualquer razão

Mas
Eu sou mais um
Na multidão
Mas
Eu sou mais um
Na multidão

A verdade está lá fora
Já disseram uns idiotas
Que procuram uma saída noutra dimensão
A cidade não se importa
Quantas horas se passaram do sequestro
De naiara, eloá, joão

Acontece é que eu não tenho mais saudade
Da velha maioridade que se torna a minoria
Trasbordando toda a nossa inconsequência
Aumentando a violência refletindo nossa injustiça

É
Eu sou mais um
Na multidão
Mas
Eu sou mais um
Em um milhão

Já não vejo tanta criminalidade inibida pelos muros das escolas
Assassinos alegando insanidade praticando tantos crimes que hoje em ninguém mais se importa

Meu amigo já não está mais entre a gente
E a saudade machucando sempre aqueles que sentem sós
A maudade é notícia na lerdeza da justiça esperamos suportando algo bem pior

Acontece é que eu não tenho mais bondade
De dizer pra todo mundo que ainda tenho esperança
Na igreja nos pastore indecente iludindo tanta gente
Com alma cheia ganância


Autor(es): Herconildo Dos Santos