Mateando e Pitando

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

De vez enquando bate na idéia da gente uma vontade de reviver
O passado vou pela estrada visitar algum vivente matar a saudade que muito tem me judiado
Sorver um mate no rancho de um velho amigo, botar em dia os assuntos do
Rincão falar de festa, baile xucro e cantoria
São essas coisas que me alegram o coração

Mateando e pitando,na beira do fogo,roncando uma gaita,
Ponteando um violão o vento que sopra na quincha
Do rancho provoca arrepios trazendo inspiraçao(2x)
De sul à norte pelos caminhos que passo sou abençoado quando vou e quando
Venho ajojo o apreço quando recebo um abraço chegando ao rancho desses amigos que tenho essa cultura
Que hermana esses campeiros eternizando a convivência do gaúcho
Ser recebido no estilo galponeiro num velho rancho onde o xique é não ter luxo


Autor(es): JOÃO ARGENIR DOS SANTOS / Mário Nene

Canciones más vistas de

Os Monarcas en Enero