Ataulfo Alves

Mulher fingida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Mulher fingida

Vai mulher fingida
Me deixa socegar
Dá um jeito em tua vida
Porque
Já é demais o meu penar

Não vou chorar
Por perder tua amizade
Não vou reclamar
Nem sentir saudade
porque assim
Fico livre de um amor
Que me martirizou
Pois se tu não vais eu vou

Adeus coló

Eu não gostei
Do teu modo de viver
Me contrariei com teu proceder
porque alguém
Que não sabe há de pensar
Que tu não és ruim
Quando nunca foi assim

Zombastes de mim...


Autor(es): Alcebíades Barcellos / Ataulfo Alves

Canciones más vistas de

Ataulfo Alves en Noviembre