John Bala Jones

Mundo moinho

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Minha cabeça não para
como a moenda de um moinho
num constante soco

empurrada pelo sopro
debulhando grão a grão
debulhando grão a grão empurrada pelo sopro

que leva e traz meu pensamento
leva e traz o questionamento
leva e traz o meu pensamento
leva e traz

uma semente vai, vai com o vento
espero que ela caia, caia no solo
o meu ser precisa de colo
para desenvolver, para lhe devolver ao solo

e eu tento não pensar em nada
mas o nada é água que se estende na jornada
deságua no leito do rio

Oh, mundo moinho

Minha cabeça não para, não
gira o mundo nessa imensidão


Autor(es): John Bala Jones

Canciones más vistas de

John Bala Jones en Agosto