Meu Cavalo Branco

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Viajante eu sou na estrada da vida...
No meu cavalo branco...
Chapéu na cabeça...
A saudade aperta...

Na memória a imagem dele...
Ainda gravada...
E pelas madrugadas eu sigo a galopar...

Gandoleira do amor eu fui...
Hoje sou viajante...
A fugir do amor...

Sou da estrada e do campo...
Sou da mata...
Sou loba ou gata felina...
Sou a caipira cabocla...
Que também faz sua história...

No meu galopar sinto-me livre...
Sinto-me presa...
Às vezes ferida...
Outras surpresas...
Pois descobri...
Que ele de outra gostava...

E hoje livre na brisa vou respirar...
Seja ela noite escura da dor...
Ou um dia claro de Sol...

Vou só galopar...
Sem olhar para traz...
No meu cavalo branco...
Serei galopeira errante...
Na estrada por onde eu passar...