Meu Taxi É Um Cacete

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Lá no bairro onde eu moro meu carro chama atenção
É um taxi muito velho mas serve a população
Pra dirigir o meu carro ninguém sabe do macete
O povão apelidou meu taxi velho de cacete

Todo dia bem cedinho antes de romper a aurora
Abro a porta da garagem, tiro o cacete pra fora
Encero ele inteirinho e com um pano eu vou lustrando
Depois saio pro serviço com o cacete brilhando

Um dia choveu demais, e eu fiquei desesperado
Deu enchente lá na vila, foi lama para todo lado
Assim que parou a chuva fui empurrar o danado
Só ouvia o povão gritando "o cacete tá atolado"

No dia de casamento, eu lavo até o porta-mala
Engraxo bem o cacete deixo no ponto de bala
Quando a noiva entra nele se assusta e acha graça
Porque nunca tinha visto um cacete soltar fumaça

Quando é dia de baile o meu carro é procurado
Troco o óleo todo dia meu cacete é bem cuidado
Se não pega na partida, o meu carro é empurrado
Quem sentar no meu cacete fica bem acomodado


Autor(es): Falcão

Canciones más vistas de