Rolando Boldrin

Minas Gerais

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Tenho uma história pra contá procês
Eu sou mineiro e mineiro bão
Não faz um dia nem tampouco um mês
Faz muitos anos, eu num me esqueço não
Eu era moço, um mineiro forte
Trabalhador, eu posso inté jurá
Corri o Brasil e foi de sul ao norte
Quando deixei meu estado natal

Minas Gerais deixei lá meu sertão
Truxe sodade de lá vim embora
Mas truxe ela no meu coração
Quando me alembro inté meus oio chora
Eu vou contá porque razão sai
Porque deixei meu torrãonatal
Deixei meu rancho da donde eu nasci
E foi meu berço, isso é natural

Foi num ranchinho bem lá na picada
Pois inté hoje vancês pode ver
Lá eu nasci e na mesma morada
Veio também um outro amor nascer
Aquela santa, minha companheira
Que Deus me deu pra nós vivê feliz
Inté que um dia a sorte traiçoeira
Levou aquela a quem tanto eu quis

Um dia então foi de tanta tristeza
Com o coração a saluçar de dor
Eu me arribei por outras naturezas
Minas Gerais tão grande lá ficou
Mas qual o quê eu não me esqueço não
Pro meu estado eu quero vortá
Quero morrer naquele meu sertão
Quero morrer lá em Minas Gerais

Canciones más vistas de

Rolando Boldrin en Noviembre