Rubinho do Vale

Não Jogue Lixo no Chão

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não jogue lixo no chão, chão é pra plantar semente
Pra dar o bendito fruto pra alimentação da gente
O peixe que sai do rio, o amor que sai do peito
A água limpa da fonte, um sentimento perfeito
A terra que tudo cria não pede nada demais
Ser tratada com carinho para vigorar a paz
Não jogue lixo no chão, nem rios, lagos e mares
A terra é nossa morada onde habitam os nossos pares
A natureza é quem cria o amor imediatamente
Milagre que faz da vida bendito fruto do ventre
Se queres sabedoria aprenda isto de cor
A terra é a mãe da vida ,útero, ventre maior
Não jogue lixo no chão, chão é pra plantar semente
Pra dar o bendito fruto pra alimentação da gente


Autor(es): Vital Farias

Canciones más vistas de

Rubinho do Vale en Septiembre