Moda Pau Brasil

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

nessa moda eu vou fazer
toda apresentação
de quem toca bateria
baixo, flauta e violão
vou tambem cantar bem alto
o nome do pianista
e se o meu nome eu digo
é porque eu sou artista
tem um que virou vovô
outro que parece um tucano
um que tem nome de inseto
nem fulano, nem beltrano
tocam juntos já faz tempo
pelo céu azul anil
então vou apresentar
nosso grupo pau-brasil

o primeiro de quem falo
é do violão um mestre
e com ele eu toco junto
todo mês, todo semestre
já faz muito tempo já
que esse escontro assim se deu
foi cantando os afro-sambas
que a gente se conheceu
se ele entra na peleja
nunca joga pra perder
é do bolo a cereja
faz o violão gemer
ele é nobre, ele é forte
nunca vive de biscate
jóia de raro quilate
é o paulo bellinati

o segundo é o mais moço
mas careca ele já tá
tira as moça do juízo
mas na roda quer jogar
se eu embolo com seu nome
logo penso num bichinho
que voando sobre os doce
mais parece um mosquitinho
quando toca nesse palco
o seu som é um trovão
ele bate no tambor
mas não faz um barulhão
com a leveza de um inseto
apresento com alegria
o surfista do suingue
ricardo mosca, bateria

no piano ele é o cão
mas não parece cachorro
ele é bom de harmonia
pra ele peço socorro
quando eu canto beatriz
ele faz cara de mau
mas de bravo não tem nada
no fundo ele é normal
ele é muito atribulado
sempre tem o que fazer
mas na hora do piano
ele toca pra valer
nem canhoto e nem destro
pianista e ambidestro
eu aqui me manifesto
nelson ayres, o maestro

vou lhes dar uma receita
minha gente é coisa fina
misture um saxofone
com doutor em medicina
foi aqui no pau-brasil
que o encontro aconteceu
esse que eu anuncio
já virou marido meu
é marido e também pai
que cozinha, pinta e borda
toca flauta e faz um pão
e de alegria transborda
ele é mágico de fato
é cozinheiro sestroso
vou cantar alto seu nome
ele é teco cardoso

ele é pai de cinco filhos
e gosta de futebol
toca muito em sustenido
mas também toca em bemol
toca um instrumento grave
e dele sou muito amiga
quando eu peço uma canção
logo faz uma cantiga
do cd é produtor
e muito disso se orgulha
quando a gente toca junto
sua cabeça borbulha
escreve com picardia
não gosta de cambalacho
desses versos de autoria
rodolfo stroeter, contrabaixo

cinco homens tem no palco
mas agora é a vez
de cantar alto seu nome
vou falar com altivez
ela é moça graciosa
mãe do téo ela já é
com orgulho eu apresento
no meu canto tenham fé
ela tem a voz de santa
sua voz é um instrumento
ela brinca com as nota
parece um passatempo
faz do complicado simples
dá um laço no compasso
a cantora que apresento
é a monica salmaso

essa noite foi de gala
nosso samba inda é na rua
esse show agora acaba
mas a vida continua
e ainda no final
vou falar do trovador
que deu cor a nossa história
ele é o compositor
escreveu com maestria
dos versos faz seu embarque
a palavra ele cria
ele é chico buarque
tá na hora de acabar
muito bem, vamos em frente
vou aqui me despedir
boa noite minha gente


Autor(es): Rodolfo Stroeter

Las canciones más vistas de

Monica Salmaso en Noviembre