Agressor

Morte Em Vida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Lembro-me bem, cruzando a porta pela última vez
Com a intrepidez
E alma aquém da iniquidade do mundo
Mera criança
Que não refez o seu caminho de volta
E a vida irrompe
Mostra sua face escabrosa e de dor

Roubaram a cria da família
Escarraram no estatuto outra vez
Amputaram-me a alegria
Sentenciado com a morte em vida

Essa agonia que me sufoca e rouba o chão
A luta inglória, busca insana que parece em vão
Todos os dias há tanta gente que não volta mais, dor corriqueira nem dá matéria nos jornais

Roubaram a cria da família
Escarraram no estatuto outra vez
Amputaram-me a alegria
Sentenciado com a morte em vida

Essa angústia não se esvai
Nem a tristeza com a barbárie humana
Não esmorecer na luta
Até rever o sangue do meu sangue