Não Dê Um Presente Errado

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Não Dê Um Presente Errado

Minha querida afilhada eu te trouxe um presentinho
Muito humilde, mas sincero, enrolado num versinho
Com ele pode escreveres
As cartas pra saberes noticias do teu padrinho.

A caneta eu considero um presente macanudo
Para te dar incentivo no caminho do estudo
As canetas delícias
Pois levam e trazem noticias dão definição de tudo

E eu vendo o teu capricho que o estudo continuas
Que não pendes pra o destino das criadinha das rua
Dou-te esta canetinha
Pra receber as cartinha trazendo noticias tua.

Só quero que a tuas cartas me encham de encantos mil
Dizendo assim meu padrinho, o meu mundo estudantil
Vai correndo a disparada
Me formei advogada, conheço as leis do Brasil.

E ainda tenho guardada a caneta por lembrança
Que foi para meus estudos incentivo e esperança
Zelo com todo carinho
Enxergo nela o padrinho e o meu porte de criança.

E o senhor que é padrinho que adora seu afilhado
Quando der um presentinho, não dê um presente errado
Não de pra ele um facão, pistola nem baioneta
Para incentivo do estudo de pra ele uma linda caneta.


Autor(es): Gildo De Freitas

Las canciones más vistas de

Gildo de Freitas en Septiembre