Pollyana

Não Vou Sofrer

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Das histórias que contei
Espaçonaves jogos e invenção
Houveram outras que eu nem sei
Que se cantaram em outra canção

Dos meus passos, dos meus laços ou corridas em vão
Só sobraram meus retratos rasgados
Guardados debaixo do seu colchão

Não vou correr nem vou estar disposta
A falar de uma ilusão
Não vou sofrer, nem vou chorar
Quando outro alguém beijar...

E nas canções que eu falei
Sobre luas sem razão
Em cada cifra lhe encontrei
Perdido até em outra canção

Dos meus passos, dos meus laços ou corridas em vão
Só sobraram meus retratos rasgados
Guardados debaixo do seu colchão

Não vou correr nem vou estar disposta
A falar de uma ilusão
Não vou sofrer, nem vou chorar
Quando outro alguém beijar...

Dos meus passos, dos meus laços ou corridas em vão
Só sobraram meus retratos rasgados
Guardados debaixo do seu colchão

Não vou correr nem vou estar disposta
A falar de uma ilusão
Não vou sofrer, nem vou chorar
Quando outro alguém beijar...
(você)


Autor(es): Juliano Raffan / Rodnei Lopes