Eduardo Gudin

Neo-Brasil

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Brasileiro como eu
Quando o carnaval chegar
Tem o mundo pra sonhar
Nas cores das escolas
Brasileiro como eu
Mede força desigual
No samba de um planeta que encolheu

Mesmo assim brilha porque
Batem palmas pra valer
Pois é sempre um grande ator
No palco da comédia
Todo ano o samba sai
São 500 pra inglês ver
Darcy Ribeiro disse que eu sou mais

Sim, eu sou brasileiro
Quem tem pena de mim?
É que eu sou mandingueiro
É que eu vou rir no fim

Eu sei, eu canto assim porque
O samba é como a vida
É sempre alegre e triste ao mesmo tempo
E o seu lamento faz viver

Brasileiro como eu
Não tem jeito de mudar
Só precisa acreditar na noite das panelas
Um barulho acordar
As pessoas que estão lá
Por elas fica tudo como está


Autor(es): Eduardo Gudin