Noites do Paraguai (Noches Del Paraguay)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quanta lembrança quanta saudade
Daquele tempo que longe vai
Meu peito enfermo sem esperança
Noites formosas do paraguai
Destino incerto triste caminho
Que não se sabe pra onde vai
Mas pouco importa tenho consolo
Sonho das noites do paraguai
De ti distante entre os boêmios
Esta saudade de mim não sai
Vivo chorando dentro das noites
Que não são noites do paraguai

Vivo pensando em minha mãezinha
E nos amores que lá deixei
A lua branca prateando a estrada
E o velho rancho onde me criei
Lua bonita que me persegue
Tua luz fria de mim não sai
Quando te vejo sombreando as ruas
Lembro das noites do paraguai
De ti distante entre os boêmios
Esta saudade de mim não sai
Vivo chorando dentro das noites
Que não são noites do paraguai


Autor(es): Herivelto Martins / P. J. Cartés / Samuel Aguayo

Las canciones más vistas de

Teixeirinha en Julio