Rubinho do Vale

No Jequi tem Onha

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Conta, conta cantador
Conta a história que eu pedi
Dizem que o jequi tem onha
Conta as onhas do jequi

Este vale fedeu biba
No tempo dos coronéis
Era uma vez "Vai Torano"
"Fortaleza" e "Quartéis"
Os dedos caíram todos
Mas ainda vivem os anéis

Sua vó é feiticeira
Passa n'água sem molhar
Quero ver a sua vó
Uma água benta passar
Pra curar as chagas mil
Corroendo esse lugar

Justiça no Vale é tanta
Como a carne nos pastéis
Com milhões, gato pingado
E um milhão só tem milréis
E o povo espera sentado
Pela inversão dos papéis

Aqui tem, dizem todos
Um dente de coelho
Tem cabeça de porco enterrada aqui
No jequi tem um peixe
É o tal peixe-Boi
Chifrando, estraçalhando
A taquara do jequi...
Tinhonha
O jequi tem, o jequi tem
O jequi tem onha
No meio das onhas do jequi
Tem muita vergonha


Autor(es): Gonzaga Medeiros

Canciones más vistas de

Rubinho do Vale en Septiembre