Valete

No Meio Das Labaredas (Homo Libero)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu sou o bófia que entra no gueto com instinto assassino
Eu sou o gueto sem futuro sem destino,
Eu sou o teu pai a pontapear a tua mãe
Eu sou tua mãe a chorar e a dizer-te que tá tudo bem,
Sou Tony Carreira cheio de sucesso e afeto
Sou o maior cantor do país a pedir esmola no metro

Eu sou o grande traficante de droga sem cadastro
Sou o pequeno traficante há 5 anos encarcerado,
Sou teu patrão num bm
Sou tua cara quando vês a conta bancária a meio do mês,
Eu sou a retórica deste político cheio de juras e ilusões

Sou a irrelevância do teu voto no dia das eleições,
Eu sou tua avó na igreja a rezar por um mundo mais humano
Eu sou o padre a enrabar o teu irmão de 10 anos,
Sou filho de salazar e de antero de quental
Uma nação duas caras, eu sou portugal!

Que se foda o comunismo mano eu amo as pessoas
[?] Um dia está só neste amor que me abençoa,
Eu choro em cada fraqueza que te amaldiçoa
Eu vivo em cada sentimento que te povoa
Nunca viste um corpo subnutrido?
A cair no solo desfortalecido, inerto e apodrecido?
Nunca viste uma mãe a vender o seu próprio filho?

A perder pra miséria e pra vida sem trilho?
Nunca viste uma criança no meio do fogo cruzado
Paralisado, com as almas opacas destes homens armados?
Nunca viste um homem no alto mar
Com uma canoa a procura da europa e sem saber pra onde remar?
Nunca viste nada disso, tu não entendes a luta
Não entendes a necessidade de ter a alma incorrupta
Não entendes a mensagem que nos impede de viver sós

Nós somos os outros e os outros somos nós, mano
Vê tantos outros que precisam se nós
Hoje é por esses outros que eu ergo a minha voz
És a fauna, és a flora, és a aurora, és a história,
És o rio, és o sol, és a nascente e a foz
Tudo és tu e tu és tudo, tu sem o tudo és dor, és luto
Pra diferença que pagas não tens álibi
Este mundo que acaba, acaba dentro de ti

Vou crescer no meio das nuvens negras
Olha pra mim no meio das labaredas
Olha pra mim no meio das labaredas
Vai renascer [??]
Vou crescer no meio das nuvens negras
Oh, no meio das labaredas
A renascer aqui [?]
Vou crescer no meio das nuvens negras
Olha pra mim no meio das labaredas