Luhli

Numa Rede

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Embalada numa rede afogada numa sede...

Doendo a dor que em mim doeu
Dando ao amor o que o amor me deu
Crescendo forte
O que em mim nasceu
Dando ao amor o que o amor me deu
Subindo a seiva que em mim desceu
Dando ao amor o que o amor me deu
Matando em mim o que em mim morreu
Dando ao amor o que o amor me deu
Colhendo o grão que amadureceu
Eu sou o agora e o agora sou eu

Anoitecida quase mariposa
Adormecida leve livre toda
Devolvo a dor ao seu dono,
A dor que só em mim doeu
Anoitecida quase mariposa
Adormecida entregue toda
Devolvo o amor ao seu dono,
Devolvo o instante através

Embalada numa rede afogada numa sede
Emba... numa... afo...numa...
...lada ...rede ...gada ...sede
Embalada numa rede afogada numa sede...