Num Bilhete de Ida e Volta

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Abro
mil asas
vôo
lá vou eu

Deixo p´ra trás um rasto de irmaõs
sua luz clareia as minhas mãos
escrevo uma frase à luz que não há
até sempre, ou seja, até já

Vai
corcel fogoso a galopar
par a par
com a paz tardia deste mar

À solta
à solta
num bilhete de ida e volta

Abro
mil braços
vôo
lá vou eu

Estás o mesmo, ou fui eu que mudei
mudamos todos, eu só sei
que enquanto isto não é o que for
rirá por fim quem rir melhor

Vem
rasgar os breus do alto mar
que a lutar
algum repouso se há-de achar

À solta
à solta
num bilhete de ida e volta


Autor(es): João Bosco / Sérgio Godinho

Canciones más vistas de

Sérgio Godinho en Febrero