Oásis

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Deserto, vento, vem poeira
O solo ardente, uma canseira
Um mar gigante de areia
A coisa feia

Miragem, som de alguma água
Garganta ardendo o Sol e a mágoa
Oásis surge em tanto chão
O poço veio
Moço, cheio
São

Roldana velha ajuda ao balde
A corda impede o sonho e a fraude
A água embebe o coração
A poça, a boca, a mão


Autor(es): João Prista

Canciones más vistas de

João Prista en Enero