No tranco do Vanerão

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

NO TRANCO DO VANERÃO
(Ivan C. da Silva)

CERTA VEZ EU FUI TOCAR NUM FANDANGO DE GALPÃO
LEVEI A MINHA CORDEONA, FUI NO MEU PINGO ALAZÃO
E QUANDO CHEGUEI NO BAILE, PRA MINHA SATISFAÇÃO
DAVAM GRITO E COCHICHAVAM: ETA, QUE GAITEIRO BOM

E TOCA GAITEIRO TOCA
PRA ALEGRAR MEU CORAÇÃO
PUXA LOGO UMA VANEIRA
E VAI TOCANDO A NOITE INTEIRA
NO TRANCO DO VANERÃO

PRENDA LINDA, GENTE BUENA, NA SALA É QUE NÃO FALTAVA
QUANTO MAIS PUXAVA O FOLE, MAIS ALEGRIA MOSTRAVA
COM OS DEDOS NO TECLADO, SACUDINDO UMA VANEIRA
DANÇAVAM BEM ANIMADOS, LEVANTANDO A POLVADEIRA

(Refrão)

TOQUEI MAIS ALGUMAS MARCAS, FUI FALAR COM UMA MORENA
QUE TINHA NOS LINDOS OLHOS A PUREZA DA ASSUSCENA
COM A GAITA NA GARUPA DEI DE MÃO NA NAMORADA
MONTEI NO MEU PINGO AMIGO E SAÍ CORTANDO ESTRADA

(Refrão)


Autor(es): Ivan C Da Silva

Canciones más vistas de