O Breu Da Batida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O Breu da Batida
(Emília / Jack)

O Breu da batida escureceu no ar
A Máquina do som começou a batucar
em minha veia, um pulso diferente
batida sangue quente tocando no walkman
Você não viu mas sou eu quem vou mostrar
me entregue o teu balanço que eu te gingo devagar
Não tem silêncio que se cale tanto tempo
ao som desse enredo que soa até pingar

Rolando um som maneiro
Na pista companheiro
Esquece o mundo inteiro e vem dançar
Caindo na balada, sangue bom camarada
Não ve a madrugada acabar

São 10 horas da noite e o rádio toca a canção
A minha cama revira e me inspira um refrão
um velho tênis jogado e uma vitrola da hora
ouvindo um funk do bom, minha trilha sonora
desperto espero e deixo o beat rolar
enquanto enrolo na seda algo de bom pra fumar
A molecada cresce o olho no style que o moleque
distribui na noite em sua rima sembreque...........................


Autor(es): Mary Black

Las canciones más vistas de

Mary Black en Septiembre