O Deputado e a Galinha

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Um deputado foi passar
Um domingo no sertão
Pedindo o voto do povo
Para a próxima eleição
Quando no sítio chegou
Várias casas visitou
Como quem andava ao léu
E ali a todo mundo
Prometia mundo e fundo
Só não prometeu o céu.

Em cada casinha pobre
Que o deputado chegava
Todo alegre e satisfeito
Ao dono cumprimentava
Depois que pedia o voto
Em seguida uma foto
Entregava para ele
Que político rico e nobre
Só se aproxima do pobre
Pra pedir o voto dele

E sei que o deputado
Andou o sítio todinho
Com o chefe do partido
Que dele andava juntinho
Mais ou menos meio dia
O deputado já sentia
Uma fome desgraçada
Aí ao seu chefe chamou
E com ele aproximou
A uma casinha caiada.

Chegando bateu na porta
A dona saiu ligeiro
Ele cumprimentou ela
Apresentou o companheiro
Depois disse pra mulher:
Se a senhora puder
Prepare uma galinha
Para nós dois almoçar
E depois pode cobrar
Que eu pago a bichinha!"

A mulher foi no chiqueiro
Uma galinha pegou
Torceu o pescoço dela
E contente preparou
Aí arrumou a mesa
E com muita ligeireza
Botou comida a vontade
Depois disse ao deputado:
"O almoço está botado
Pode comer majestade!"

O deputado sentou
O companheiro também
Aí comeram bastante
Encheram a barriga bem
O deputado levantou
E pra mulher perguntou
Contente até de mais:
"Diga agora, amiguinha,
Quanto foi sua galinha?"
Ela disse: "mil reais!"

Quando ela disse o preço
O deputado falou:
"Meu Deus, que galinha cara!"
E pra ela perguntou:
"Aqui nesse sítio ruim
Galinha é difícil assim?"
Ela disse: "não senhor
Galinha tem adoidado
Difícil é um deputado
Vir aqui nesse setor!"

Canciones más vistas de

Poeta J Sousa en Agosto