Ofertantes e Ofertas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

“...Agradou-se o SENHOR
de Abel e de sua oferta;
ao passo que de Caim
e de sua oferta não se agradou.”
Gên 4:4,5

Caim não poderia ter feito
coisa diferente da que fizera,
porque era do maligno,
conforme se vê no seu comportamento,
e no que afirma acerca dele
o próprio apóstolo João. (I Jo 3.12)

Mas observar,
igual comportamento num crente,
é algo para se lamentar e chorar!

Quanto dói em nós,
e quanto mais no coração de Deus,
ver que um filho a quem Ele ama
está fingindo Lhe agradar
servindo não de coração,
mas na aparência.

Como pode Deus aceitar a oferta
de mãos contaminadas pelo pecado?

De pessoas cujos corações incrédulos
andam longe dEle, e que pouco ou nada
por Ele se interessam?

Uma ausência terrível de Deus na vida...
e assim mesmo tentando disfarçar,
tentando lhe apresentar uma oferta.

Este era o caso de Caim,
e como podem crentes autênticos,
ficarem confortáveis seguindo-lhe os passos,
sabendo que Deus não aceita a oferta
se não estivermos realmente
em comunhão com Ele
por estarmos santificados?

Um Pai rejeitado,
não amado,
e que o filho tenta
disfarçar que Lhe honra,
Lhe apresentando uma oferta!

Que coisa feia e desgraçada!

A pessoa que o fizer
cairá no esquecimento,
bem como a sua oferta,
se primeiro não for dominado
aquele que bate à sua porta,
e a quem dá boa acolhida,
a saber, o pecado.

Busque ao Senhor,
entre em acordo com Ele,
tenha prazer na Sua presença,
e depois então,
faça o trabalho que Ele exige,
apresente a sua oferta,
e haverá aceitação,
porque aqui não há, neste caso,
mentira nem dissimulação.

Deus é verdadeiro e santo.
E importa que aqueles
que dEle se aproximam,
caminhem na verdade
e que sejam também santos.


Autor(es): Silvio Dutra

Las canciones más vistas de

O Evangelho da Cruz en Septiembre