Os Replicantes

O Futuro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


O futuro é pura ilusão
É fruto da imaginação
Nunca chega a hora
Nunca é agora
Eu canto assim ninguém mande em mim

Pareço desligada
Num tempo flutuante
Minha vida é o presente, o passado
E um tempo reticente

Passado voraz
Presente vulgar
E o futuro a me massacrar
Passado voraz
Presente vulgar
E o futuro a me massacrar
Eu canto assim ninguém mande em mim
Eu canto assim ninguém mande em mim
Eu canto assim ninguém mande em mim
Ninguém mande em mim

O futuro é pura ilusão
É fruto da imaginação
Nunca chega a hora
Nunca é agora
Eu canto assim ninguém mande em mim

Pareço desligado
Num tempo flutuante
Minha vida é o presente, o passado
E um tempo reticente

Passado voraz
Presente vulgar
E o futuro a me massacrar
Passado voraz
Presente vulgar
E o futuro a me massacrar
Eu canto assim ninguém mande em mim
Eu canto assim ninguém mande em mim
Eu canto assim ninguém mande em mim
Ninguém mande em mim

Saiu pela rua e não sei onde vou
Olho pro lado a procura de um veneno lento
E não lamento

Saiu pela rua e não sei onde vou
Olho pro lado a procura de um veneno lento
E não lamento

Passado voraz
Presente vulgar
E o futuro a me massacrar
Passado voraz
Presente vulgar
E o futuro a me massacrar
Eu canto assim ninguém mande em mim
Eu canto assim ninguém mande em mim
Eu canto assim ninguém mande em mim
Ninguém mande em mim

Canciones más vistas de

Os Replicantes en Septiembre