Orfãos

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Tenho vergonha da minha cor
E de toda a dor que ela causou
Nos olhos dos seus filhos
Vejo conseqüências de um rancor

Quem foi que disse que sou melhor?
Se posso matar sem ter dó
Sua voz canta seus amores e suas dores

Tudo que eu queria era voltar atrás
Pros jovens de hoje não chorarem mais
Me recuso a acreditar que as coisas mudaram
Quando vejo os olhos que já secaram

Órfãos de justiça, órfãos de esperança, órfãos de mudança


Autor(es): Ana Holtz