Celso Fonseca

O rio para trás

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


A nuvem deixa o morro aparecer
Mudando a luz bem no final do dia
Do avião o mar muda de cor
Ao refletir a imagem da baía

Prá onde vou, vou sem voce
E isso deixa a frágil sensação
De flutuar no espaço sideral
E me perder no azul sem direção

Deixo o Rio para trás
Quando acende o Arpoador
Só me resta confirmar
Que a beleza é triste sem amor


Autor(es): Celso Fonseca