Zero Hora

Outra Igual

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Com um gole de café,
o seu dia começando, é normal..
A mulher experiente,
até se finge de contente,
tudo igual...

Entre o sim e um não,
numa estranha (destilando) sedução.

Ela é bonita, mulher bem sucedida,
nota 100.
Seu tesão bem resolvido, extremamente ativo
porém...

No escuro do teu quarto,
também chora sua dor!

E as cortinas se abrem.
O Sol não ilumina o amor,
de um corpo mexido e cansado
do que restou, do que ficou...
E a vida que continua,
num silêncio que é tão natural,
simples como acordar:
Ela só quer outra igual!


Autor(es): Beto Lobo / Fábio Vellozo