O Olho Que Tudo Vê (A Nova Ordem Mundial)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Durante a evolução
Felizes ou não
Uma raça surgiu

Mutantes com arma na mão
Buscando ação
De quem exclui

Estamento ilusório
Nas castas reais
Alimentam as redes sociais

É triste e notório
Que seres iguais
Na guerra virem marginais

Os fins justificam os meios
O olho que tudo vê
A nova ordem da receio
O que eles têm para esconder

De nós
Grito sem ter voz
Para um magico de oz
Me mostrar novos sois

Subir a pirâmide
Dos jogos mortais
E o olho responde
Com guerras mundiais

Se andar acima do céu
Vão te exilar num hospício cruel

Pagamos imposto para comer
Este é o gosto para merecer
Carro, emprego, família um lar
Isso é o que temos pra nos apegar

Na capa da revista um crack da bola
Que virou artista sem ir pra escola
Um reality show coloca em cena
Um ex traficante beijando a morena

Veja só um chimpanzé
Ele é o artista
E eu sou um zé mané

Veja só como é
Esta na revista
E eu aplaudo de pé

Nações unidas
Uma nova era
Vigiam as vidas
O controle prospera

A democracia se quebra

Essa teoria da conspiração
Será que é ilusão?
Uma heresia da oposição
Liberdade de expressão

Uma elite ditatorial
Governa o império global
Que tem como ideal
A nova ordem mundial

Implantando chip em você
Para não poder se esconder

Não pode correr


Autor(es): André Polito

Canciones más vistas de

Kamalião en Julio