O Pai Das Minhas Gatas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O meu sogro até é um coroa legal, mas ele não vai com a minha cara
E não qué que a sua filha seja a minha namorada
Domingo ela me convidou prum churras na sua casa
e pra fazê uma moral, levei uma salada de batata
Mas a paz não durou muito e na sobremesa saiu porrada
Ele me chamou de vagabundo e disse que eu não valia nada

Quem mandou eu ser genro do pai da minha gata
Apesar dos seus defeitos, ele é o pai da minha gata

O meu sogro até é um cara legal quando não bebe cachaça
mas não ver sua filha com gente da minha laia
Aprendi de criação a não levar desaforo pra casa:
- Pois saiba que além dessa guria, também como a minha cunhada!
E o véio ficou vermelho e das orelhas saiu fumaça
E o tempo foi se armando feio e começou a chover bala

Quem mandou eu ser genro do pai daS minhaS gataS
Apesar dos seus horrores, ele é o pai daS minhaS gataS