Da Guedes

O Que Houve Man

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Te vi sentado de canto na boa com a mina do lado
Até fiquei bobalhado, achei que tinha mudado
Mas não irmão, deixo ela sozinha
Colo no meu ouvido pra só fala picuinha
Qualé dos meu
O que houve mais uma vez
Diz que sabe faz a hora que não espera acontecer
O que houve man ?
Na esquina os mano parado tu passa tirando horário
Ta certo que é bala, rainha de quebrada mais
Mais todos sabem todos vêem
As mina conta as boca falam
Espalha gargalhada
Não funciona ta quebrado
Os mano falam tu diz que não
A mina depois que tu larga
Cola na banca solta a trança na mão do anão
Aquele que tu charopeia depois trago
Chama o maluco de mestre dos magos
Entra na roda e abre o bico
Inventa estória de mocinho de super herói
Mas só paga mico
Conta que fez vários gols, na noite passada
A mina fala pra rapa que a bola tava furada
Diz que o taco é charopi quando joga sinuca
O papo das gurias é que é curto, leve, torto e não esnuca
Porá irmão viu o que tu fez
Ta de óculos com apelido de japonês
Eu to largando fiquei de cara com a fita
Pra ti tem um recado pixado na esquina
Acho que é despedida, mano
É letra de mina

Veja bem

O que houve man ?
Muita estória pra conta
O que houve man ?
Na boca não vale um vintém
O que houve man ?
O mundo gira é um vaivém
O que houve man ?
Veja bem o que você fez

No mundo fantástico de bob são vários locks
Pinóquio de carne e osso estilo Forrest
Quando aparecem os manos correm
Só conta história é o primeiro a ser descartado
Anda sempre de alarido todo espraiado
Um salafrário que não honra as calças que veste
O senhor das picuinhas, Zé povinho estilo nerds
Ninguém merece pois não vale o que come
Apresenta várias faces é o último dos homens
Não tem caráter, não tem personalidade
Onde passa deixa um rastro de mentira e vários contras
É pedido nas quebradas, agendaram sua ida numa dessa de rolê
Cai a casa e azirás, o mundo gira, não tem procedimento
Na próxima quebrada a vida cobra, faz seu julgamento
O tempo todo mentindo envolvendo os outros
A miguelagem tomou conta desse corpo
O que houve man?!

Olha só quem passa
Cheio de graça
De sorrisinho na cara
Vulgo Zé fumaça
Fuma, fuma e nunca passa nunca bota aí e foda
Diz que tem a massa mas é palhosa
O pura treta, e quando fecha nossa rasga a ceda
Socorro mais um papagaio do morro, pilantra
Nem tenta, diz que tem mas não se apresenta
Nunca cansa, só manca,
Fumando sempre na frente das crianças
Embaça a lança
Sai fora França se não tu dança
Xavecando a praça, o praga
Faz o coco e charopeia a rapa
Ti larga, da um toque nele e manda pra casa
O pirata, o lingua solta
Prepara a forca, o contador, o trouxa o autor chegou
O incrível cão
Que os manos fecharam incendiaram e o vento levou
Até que chapou meu hein
Ué cadê o man ?


Autor(es): Baze / Gibbs / Negro X