Rappek

O Que Sobrou do Paraíso

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eles dizem que o amor é dor
Então eu digo que a dor é vida
Pague o preço, apague seu rancor
No labirinto encontre uma saída

Cultive o bem, esteja aonde for
Deixa que o tempo cuida das feridas
Perca o medo, ganhe seu valor
Mas não deixe que a fé seja perdida

Eu quero invadir sua mente
Visitar seu plano astral com linguagem influente

Quero quebrar essas correntes
Juntos vamos se livrar de todo ódio que nos prende

Esse inverno é tão quente
Entrei na atmosfera igual estrelas cadentes

O universo se estende
Minha alma supernova vai brilhar eternamente

Se conhecimento é poder
Então eu posso conhecer o que me torna um ser

Sim, o ser humano tem poder
Eu agradeço por ter em mim o poder de conhecer

"Sim" é tudo o que eu queria dizer
Aceitar que a morte pode ser outro modo de dizer

Que essa vida deve ser uma viagem pra entender
Que a mente as vezes mente, tão carente de saber

Eu vou mergulhar no que sobrou do paraíso
Quero aproveitar e farei o que for preciso
Não vou me afogar, vou focar no compromisso
É tão bom te amar, observar o seu sorriso
2x

Hoje eu posso compreender
Sem medo de me entregar
Você acha que é fácil viver?
Difícil é viver sem sonhar

Não espere pouco de mim
É tudo o que eu posso falar
Não espere menos de mim
Não é muito, mas é tudo o que eu posso te dar

Eu encarei o medo de frente
E entendi que o meu melhor nem sempre é suficiente

E essa visão me surpreende
Viciado nessa vida, há vinte anos dependente

O que aconteceu com a gente?
Corpo são, mente sã e o coração deficiente

O que aconteceu com a gente?
Até esse meu discurso já não é tão contundente

Há problemas pra resolver, várias contas pra pagar
E o dilema de viver sem as crises pra me culpar

Com meus planos pra vencer, tantos anos pra trabalhar
Muitos modos de fazer, mas só um de terminar

Estou olhando pra cima, até onde eu posso chegar?
Quero ir além, além do que eu posso enxergar

Quero ter alguém, alguém pra me acompanhar
Sem ter nenhum porém, porém, no melhor lugar

Eu vou mergulhar no que sobrou do paraíso
Quero aproveitar e farei o que for preciso
Não vou me afogar, vou focar no compromisso
É tão bom te amar, observar o seu sorriso
2x

Hoje eu posso compreender
Sem medo de me entregar
Você acha que é fácil viver?
Difícil é viver sem sonhar

Não espero pouco de mim
É tudo o que eu posso falar
Não espere menos de mim
Não é muito, mas é tudo o que eu posso te dar


Autor(es): Alessandro Barbosa Da Silva