O Rei da Madrugada

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Sou o rei da madrugada, sou o galo do terreiro
Ninguém canta na minha área por este Brasil inteiro
Quando chega a madrugada, me "acolhero" no entrevero
Mulherada se "aprepare" porque o rei já está no meio

Ninguém segura quando entro num bailão
Pro meu canto vai chegando a mulherada
A noite inteira no embalo de um vanerão
Por isso sou chamado o rei da madrugada

Sou respeitado e idolatrado em qualquer lugar que eu ande
Sempre foi a minha sina ter mulher a todo instante
Gosto de canha e churrasco, sombra boa e de sossego
E uma loira bem cheirosa me esperando nos pelegos

Ninguém segura quando entro num bailão
Pro meu canto vai chegando a mulherada
A noite inteira no embalo de um vanerão
Por isso sou chamado o rei da madrugada

Nos fandangos do meu pago a disputa é muito grande
Não posso ficar parado, me agarram a todo instante
Deste jeito vou seguindo até clarear o dia
Levando sempre pra casa a mais bela das gurias.


Autor(es): Edilson Barbieri