O retorno da nega

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Retornei a Salvador pra ficar com minha nega
Muito tempo se passou e eu sem o seu amor quase morri de tristeza.
Eu de longe não posso morar e sem ela não posso ficar
Como vou viver sem acariciar a minha linda princesa?
Mas a nega tá valente, disse que eu não pensei na gente,
Que fui um otário inconsequente.

A nega tá invocada, anda toda marombada e a chapinha ajeitadinha.
É academia o dia inteiro, fica na frente do espelho só penteando o cabelo.
A nega não sai da praia, de perna cruzada ou de minissaia todo mundo passa mal,
Agora quando vai na Baixa do Tubo, todo negão que tem lá fica mudo
E eu cantando na moral.

Nega do cabelo invocado, nega você tá uma gracinha,
Nega que bundinha empinada, vem cá nega descarada,
Não maltrate o seu negão.
Nega o seu jeitinho safado deixa todo mundo malucão,
Joga o seu orgulho de lado, senta aqui bem do meu lado
E deixa eu passar a mão.


Autor(es): Elton Sanoli

Canciones más vistas de

Elton Sanoli en Julio