O Samba Nunca Foi de Arruaça

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O samba, nunca foi de arruaça
Quem sabe é carlos cachaça, testemunha ocular
Ele viu nos tempos de menino
Com cartola e marcelino coisas de fazer chorar
Existia um certo preconceito
Que nos tirava o direito de sambar com liberdade
Mas apesar do preconceito, o sucesso era perfeito
Quando o samba ia pra cidade
O samba

Certos sambistas de agora,
Não sabem que outrora, o samba sofreu
O samba sofreu
Desconhecem o passado que lhe deu o apogeu
Dizem que pagode é moda, o samba de roda, o partido alto
Mas isso já vem da antiga
A onda de briga é coisa do asfalto
O samba

{Olha a velha guarda da portela, que beleza}
{Alô, osvaldo cruz!?})
{Esse lindo samba de monarca e ratinho}
{Homenageando o grande poeta da mangueira}
{Carlos cachaça}


Autor(es): Monarco

Las canciones más vistas de

Zeca Pagodinho en Octubre