O Valentão

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Sou cachaceiro, sou cabra raparigueiro
O meu dinheiro gasto todo com mulher
Sou bom de cama, espalho a minha fama
E eu amanheço o dia na porta do cabaré
Aonde chego eu chego junta logo um magogue
Peguei o gostosão e dei nele de chicote

No meu terreiro dança todo mundo nu
Peguei o cara e joguei ele no pote {bis}

E eu boto é quente, pego fogo o cabaré
Eu levo ao lado uma carrada de mulher
O tal do fogo se mete comigo não
Eu sou raparigueiro, cachaceiro e valentão.

Cadê o cara, do cabaré
Porque eu levo logo uma carrada de mulher
O tal do fogo se mete comigo não
Eu sou raparigueiro, cachaceiro e valentão.

Eu ouvi falaque antigamente tinha car chamado foda né
Cadê ele?

Sou cachaceiro, sou cabra raparigueiro
O meu dinheiro gasto todo com mulher
Sou bom de cama, espalho a minha fama
E eu amanheço o dia na porta do cabaré
Aonde chego eu chego junta logo um magogue
Peguei o gostosão e dei nele de chicote

No meu terreiro dança todo mundo nu
Peguei o cara e joguei ele no pote {bis}

E eu boto é quente, pego fogo o cabaré
Eu levo ao lado uma carrada de mulher
O tal do fogo se mete comigo não
Eu sou raparigueiro, cachaceiro e valentão.

Cadê o cara, do cabaré
Porque eu levo logo uma carrada de mulher
O tal do fogo se mete comigo não
Sou raparigueiro, cachaceiro e valentão.

E eu boto é quente, pego fogo o cabaré
Eu levo ao lado uma carrada de mulher
O tal do fogo se mete comigo não
Eu sou raparigueiro, cachaceiro e valentão.

Cadê o cara, do cabaré
Porque eu levo logo uma carrada de mulher
O tal do fogo se mete comigo não
Sou raparigueiro, cachaceiro e valentão. {bis}


Autor(es): Francis Lopes / Paulynho Paixão

Las canciones más vistas de

Francis Lopes en Noviembre