Paixão de Cabo a Rabo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Marcha

Me apaixonei de vereda quero casar de repente
Pois me atraco no namoro que nem cusco em bóia quente
Me apaixonei de vereda quero casar de repente

Quero deitar e rolar, me esparramar na tua cama
Dentro do peito do velho tu já mora de pijama
Quero deitar e rolar, me esparramar na tua cama

Há muito tempo eu queria viver dentro de você
Pra fazer tantas coisinhas que até me cinema se vê.
Há muito tempo eu queria viver dentro de você

Depois deixa que tussa, vou dar banho na minhoca
Vamos ver bem de pertinho como é que o tatu cavoca
Depois deixa que tussa, vou dar banho na minhoca

Quando a noite vem chegando nos aconchegos da casinha
Se completa a velha história eu na tua e tu na minha.
Quando a noite vem chegando nos aconchegos da casinha

De bobo eu só tenho a cara, pois a vida não é sopa
Não sou de rasgar dinheiro ou pregar prego sem estopa
De bobo eu só tenho a cara, pois a vida não é sopa

Ando roxo de saudade, quase morro de paixão
Já tenho uma gavetinha dentro do teu coração.
Ando roxo de saudade, quase morro de paixão


Autor(es): Airton Cabral / Beto Caetano / Gaúcho Da Fronteira

Canciones más vistas de