Alcione

Planos de Papel

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Deus, eu passo os sete dias úteis
Traçando nove dias fúteis
Fazendo planos de papel
Em quartos cinzas de aluguel
E vou dormir
Entre as paredes do hotel do sossego
Meu amor

Sim no contracanto do meu leito
Guardo um punhal cravado ao peito
Tingindo a cama e o lençol
Por uma fresta invade o sol
E vou deitar
Entre as palmeiras desenhadas nos jornais
Meu amor

Ah, mas que você espera de mim?
Que o consumado eu vá repetir, não
Sim o que me importa neste instante
É esse não me importar constante
Esse sorriso que eu guardei
Nessa gaveta a qual fechei
Pra eu dormir
Com a cabeça no lugar que eu deixei
Meu amor


Autor(es): Raul Seixas