André Baptista

Pó Nas Minhas Mãos

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quis ter saudades tuas não as tive
Que o tempo nunca pára de correr
Quis agarrar o amor e só retive
O eco do silencio a responder

Quis sofrer e chorar e em vez de pranto
Só encontrei no rosto o desalento
Quis desejar querer-te e no entanto
Apenas desejei o esquecimento

Quis desenhar-te as formas varonis
E não soube fazer mais do que um traço
Quis encher-me de ti, juro que quis
Mas não encontrei espaço no meu espaço

Quis afastar de mim este desgosto
Trocá-lo por motivos puros sãos
Quis afagar o teu bonito rosto
E só encontrei pó nas minhas mãos


Autor(es): Miguel Ramos / Saudade Dos Santos

Canciones más vistas de

André Baptista en Octubre