Meliantes

Paz Interior

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Eu queria escrever
Coisas bonitas pra variar
Mas essa noite tá foda
De alguma coisa me animar
Ouvi aquele som
Daquela negra voz de anjo
Peguei o violão
Fiquei viajando nos arranjos
A base era um gospel
Era palavra do senhor
Mas minhas rimas pesadas
Falam de tragédia e dor
Pessoas que se foram
Lembranças do que eu era
Veja só o que me tornei
Também, pudera
O tempo corre, passa louco
Atropela quem parar
Corro na frente nunca atrás
Tentando não tropeçar
2016, Nego
Vejam vocês
Um ano cheio de tragédias
E o brasil era uma vez
Mas foi assim desde cabral
Propina pra todo lado
Não adianta o quebra pau
Roubo foi legalizado
Erros do presente
Mesmos erros do passado
Mas não é só aqui
O mundo tá todo errado
Se matam por religião
Por dinheiro, pela cor
Não lembram que o seu profeta
Só pregava o amor
Distorcem suas palavras
Na mão grande, sem pudor
E agora
Eles matam é em nome do senhor
Desisti de mudar o mundo
Só posso mudar a mim mesmo
Me por no lugar dos outros
Não sair julgando a esmo

Fazer sempre o meu melhor
Espalhar o meu amor
Sabendo que a paz do mundo
Vem com a paz interior
Sabendo que a paz do mundo
Vem com a paz interior
Paz interior, paz interior
Paz interior, paz interior
Sabendo que a paz do mundo
Paz interior, paz interior


Autor(es): Maninho