Periferia

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Moro ôôô moro na periferia
Será que vou falar
Será que vou calar, dizer

Sabe como é que é
Outro dia encontrei uma menina
Ela era muito bonitinha
A gente se conheceu numa boate
Bem na área nobre da cidade
Aí papo vai, papo vem
A gente começou a se beijar
Aí ela pergunta

Ei, aonde que você mora, hein?
Eu, com medo de perder a menina
Eu não sabia o que dizer êêê

E eu com medo de perder a menina
Eu comecei a falar abobrinhas
Blá blé blú

Sabe como é que é menina
Vamos pegar o meu carango
Não é calhambeque bibi
Mas está na oficina

Vamos tomar uma fria
Sabe onde é que eu moro
Na periferia
Você ainda me quer
Então vamos fazer o seguinte
Vamos lá em casa, certo
Eu vou te apresentar minha mãe
Aí, quando a gente chegar lá em casa
Ela: Ué, cadê sua mãe?
Vixe Maria, esqueci de dizer
Ela ta viajando (hahaha)

Aí ficou eu e minha gata
Sozinhos lá em casa
Ficamos até altas horas
Só monitorando e quando a gente ia saindo
A gente passa assim na esquina
Tinha uma rapaziada bebendo um litro
De cana, aí eu falei pra ela:
Quer ver como esses filhos da mãe
Vão curtir com a minha cara
E quando eu fechei a boca e fui dobrando
Na esquina a galera gritou
E aí jacaré? E ela: quem é Jacaré?
Que nada, tão querendo tirar onda com a minha cara

Só porque eu moro na favela
Da minha linda Rocinha


Autor(es): Camurça Neto / Rafael Jr

Las canciones más vistas de