Celso Fonseca

Ponta de São Roque

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Lual no portal das dunas
E tudo igual nessa capital
Do Rio Grande do Norte
Do Brasil

E eu vou beber até cair
E quem vai cuidar de mim
Uma jangada angustiada
Com os destinos da terra azul pirada

Regras não se discutem em alto mar
Contas se acertam no olhar

Eu bebo uma cana pura, e ela tem o seu sabor
Eu vejo a África daqui da ponta de São Rock and Roll

A fé é algo que se move sem motor
Tudo é muito miserável sem amor

Srs. da terra, Srs. da favela
E absolutamente proibido qualquer forma de miséria
Onde o Sol nasce mais cedo, o ar é livre, fresco e sério

Regras não se discutem em alto mar
Contas se acertam no olhar

Há um mistério nas praias do norte
Como há um mistério no seu corpo ali disposto
Pronto para amar e pra sofrer
Um verão após outro


Autor(es): Celso Fonseca / Dulce Quental

Canciones más vistas de

Celso Fonseca en Septiembre