Pout - pourri(Droga de vida, Cigana, Vestido de seda, Em plena lua de mel)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Droga de Vida

De que me adianta, ter a casa grande nesta solidão
De que me adianta, ter a cama larga e dormir sozinho
Nada interessa se a mulher que amo não está aqui
Meus dias são tristes e as noites parecem que não tem mais fim

Que droga de vida, estou revoltado
Estou apaixonado por quem não me quer
Vou quebrar a cama e por fogo em tudo
Vou sair sem rumo pra um lugar qualquer.

Cigana

Jogue a carta sobre a mesa cigana
Pode me falar
Jogue a carta sobre a mesa cigana
Pode me falar
Se ela está com outro cigana ou se ela vai voltar
Se ela está com outro cigana ou se ela vai voltar

Na hora da partida nem despedida
Nem a palavra adeus
Ela se foi dizendo que entre nós tudo morreu
E eu fiquei desisperado sem saber o que fazer
Cigana jogue a carta sobre a mesa por favor tente me
Dizer
Cigana jogue a carta sobre a mesa por favor tente me
Dizer...

Vestido de Seda

Meu bem eu queria que você voltasse ao menos pra buscar
Alguns objetos que na despedida você não levou
Um batom usado caido no canto da penteadeira
Um vestido velho cheio de poeira
Jogado no quarto com marcas de amor

Vestido de seda o seu manequim também te deixou
Ai no cantinho não tem mais valor
Se não tem aquela que tanto te usou
Eu também não passo de um trapo humano sem minha querida
Usado e jogado num canto da vida
Não sei o que faço sem meu grande amor

Em plena lua de mel

Toda vez que o seu namorado sai, você vai ver outro rapaz.
Olha todo mundo está comentando, o seu cartaz tá aumentando.
Moça linda por favor, guarde todo esse amor pra um rapaz.
Dá vergonha de dizer, o que disseram de você, mas ouça.

Dizem que o seu coração, voa mais que avião.
Dizem que o seu amor, só tem gosto de féu
Vai trair o marido, em plena lua de mel.


Autor(es): Trem Xonado

Canciones más vistas de

Trem Xônado en Agosto