Prisma das Sombras

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Estou trancado no prisma das sombras
Me sinto exausto por não existir
Algo que em si se tornou um deserto
Algo que perto demais destruí

Estou deixando o mundo dos vivos
Pois já me sinto no apse do escuro
Estou tentando mais não sobrevivo
Olhando estrelas por de traz do muro

Eu vou guiando a vida e a morte
Só estou tentando mudar minha sorte
Vou flutuando em plena obscuridão

Eu sou o alpha e o ômega
O principio e o fim
Os olhos de rah! Choram em mim
E só me resta substituir

Me perdoe se eu recriei o universo
Pois já não está certo
O caminho do errado está perto

Me perdoe por que eu o mundo criei
Só que eu me enganei
Mas vou restituir


Autor(es): João Carlos

Canciones más vistas de