Prisão Lotada

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Deus me enviou à terra com uma missão
Só ele pode me deter os homens nunca poderão.

Bob Marley (1945-1981)
Caminhando no campão posso vê vai começar
Os mano toca a bola pra lá e pra cá
Vacilou ficou pequeno pode acreditar
Não quero o poder que o sistema me dá
Levanto a capota deixo o som bombar
Vejo tudo claramente não é Deus quem vai julgar
Pessoas no campo na quadra também
Sempre muita alegria só pra vê quem é quem
Tropical, Itapuã, Carine, batista, p.q coração sem vocês nada seria
(E tem lugares que parecem lugares daqui
E tem problemas que parecem problemas daqui)
Escute camarada tenho energia
Confusão faz parte a força é infinita
Mas quando tô na rua ela fica vazia
Quem entra no combate não quer perder a vida
Malandro não se ilude mal sustento uma vadia
Desafiar o mundo pra mim virou rotina
O crime tem seu preço mata por covardia
Que gera violência treta com polícia
Quem me condenou vai ficar na mira
Nossa lei é falha, violenta e suicida
Cheiro de pólvora sonho destruído clic, clec, pum
Alguém ficou ferido, na minha quebrada chuva de tiro
Isso é real os manos não brincam
Quero sobreviver pra cumprir meu destino
São 4 mano armado com um objetivo
Saquei o canivete, mas não sou imbatível
O dia é chuvoso o clima é sinistro
Uma voz me diz: Que "tudo é possível"
765 Não aperte o gatilho, o menino do morro precisa de incentivo
Uni, duni, te escolha seu caminho
Quase invisível daqui vejo tudo o meu veneno é mais que puro
Cheio de ódio caminho no escuro
Observando a droga brilhando sem futuro
Pior que serrote cortou meus punho
Deletou a vida fez seu rascunho
Mente criminosa não visto luto
Tenho voz ativa, mas todos estão surdos
Batendo o martelo no próprio escudo
Os mão branca fazem negócio sujo
Mas no terceiro mundo isso não é confuso
Então, veja só o que os boy falava
Rap Deus me livre, mas o tempo passa
E viu que nós é massa feito uma prisão que tá sempre lotada
Mostrando que é forte não fã de canalha
Criando alternativa sempre luta nunca para
Tem coragem junta os pano
Vê o fim do abandono prefere o lado certo do que mãe chorando
Eu sou aquele rapaz latino americano
Apoiado por mais de 50 mil manos
Mas se o mundo inteiro me pudesse ouvir
Tenho muito pra contar dizer que aprendir
E na vida a gente tem que entender que um nasce pra sofrer enquanto o outro ri
Mas quem sofre sempre tem que procurar
Pelo menos ir achar razão para viver
Ter na vida algum motivo pra sonhar
Com um sonho todo azul azul da cor do mar
Você pode não concordar com o que falo
Mas defendo até a morte o direito de você poder falar
O tempo é de caça tv não passa nada
A lua me convida vou sair de casa
Tomo a portaria enquadro o mão branca
Alô, quem tá falando é o felipe mano!
Responsa 10 anos são tantos no ponto
Perfume moleton as mina me esperando
Bença d. Nice pela ordem, te amo!

Ainda que um exército se levante contra mim
O meu coração não temerá
E mesmo no meio da guerra no senhor confiará
Salmos 27:3


Autor(es): Mc Big Ben

Canciones más vistas de

Mc Big Ben en Enero