Que Falta Que Eu Sinto

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Que falta que eu sinto da relva molhada, do pó da estrada, do cheiro de chão
Do vento arrastando o cisco poído no trilho batido que desce ao grotão,
Que falta que eu sinto de ouvir a rolinha cantando sozinha no capoierão,
De ver assustado o cavalo branco, saltando o barranco do velho estradão.

Que falta que eu sinto de um fim de queimada, fumaça parada na beira do rio,
De ouvir pelos campos a perdiz piando, as pombas voltando do sertão bravio
Que falta que eu sinto de ouvir a goteira batendo na beira de um balde vazio,
Da mamãe que vinha pisando mansinho cobrir os filhinhos nas noites de frio.

Que falta que eu sinto de ver a lagoa por entre as taboas nas tardes de sol,
Do pé de limeira, do grande terreiro, do velho coqueiro beirando o paiol,
Que falta que eu sinto do choro da abelha nas flores vermelhas pelos matagais
Pequenos detalhes do início da vida, que a mente sofrida não esquece jamais.

Las canciones más vistas de