Rap da Felicidade

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

(refrão)
Eu só quero é ser feliz
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
E poder me orgulhar
E ter a consciência que o pobre tem seu lugar
Fé em Deus
Eu só quero é ser feliz
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
E poder me orgulhar
E ter a consciência Que o pobre tem o seu lugar
Minha cara autoridade, eu não sei o que fazer
Com tanta violência eu sinto medo de viver
Pois moro na favela e sou muito desrespeitado
A tristeza e a alegria aqui caminham lado a lado
Eu faço uma oração para uma santa protetora
Mas sou interrompido a tiros de metralhadora
Enquanto os ricos moram numa casa grande e bela
O pobre é humilhado, esculachado na favela

E Eu só quero é ser feliz
Andar tranquilamente na favela onde eu nasci, é
E poder me orgulhar
E ter a consciência Que o pobre tem o seu lugar
Fé em Deus
Diversão hoje em dia não podemos nem pensar
Pois até lá no baile eles vêm nos humilhar
Ficava lá na praça, que era tudo tão normal
Agora virou moda a violência no local
Pessoas inocentes, que não têm nada a ver
Estão perdendo hoje o seu direito de viver
Nunca vi cartão postal que destaque uma favela
Só vejo paisagem muito linda e muito bela
Mas eu só quero
é ser feliz,feliz,feliz,feliz,feliz
onde eu nasci
e poder me orgulhar
e ter a consciência
Que o pobre tem seu lugar, é (2x)
Ah, ah, ah, minha pipa tá no ar
Ah, ah, ah, minha pipa tá no ar


Autor(es): Julinho Rasta / Kátia

Las canciones más vistas de

Elza Soares en Noviembre