Luiza Possi

Registro

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


As vezes tenho vontade
As vezes guardo segredo
As vezes passo na cara
Minha língua ferina
Minha boca termina
Onde começa a sua
As vezes falo do nada
O que me vem na cabeça
As vezes não me interesso
O que me prende no chão
Você produz gravidade
Eu não sou sua lua
Eu corro por fora
Eu ando jogando...
Areia em meus planos
Mentindo descaradamente
E tem gente acreditando em mim
As vezes da agonia
As vezes morro de medo
A minha porta fechada
A sua cara amarrada
Essa cruel sanidade
Que me leva a loucura
As vezes dura um dia
As vezes dura pra sempre
As vezes quero o improvável
Eu nunca fui razoável
Com os meus próprios desejos

Canciones más vistas de

Luiza Possi en Diciembre