Recado

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Você vai lá prá fronteira
Leve uns versos por lembrança
Dá este recado em rimas
Diz que a saudades me cansa
Se encontrar com aquela ingrata
Não fale em mim por vingança
Também não digas prá ela
Que eu moro em Porto Esperança

Dá um abraço nos amigos
No meu pai e meu irmão
E diga pra minha mãe
Que é dela o meu coração
Que eu carrego o seu retrato
Dentro do meu violão
Cada vez que eu olho ele
Eu escrevo uma canção

Só não conte a minha mãe
Que eu aqui tenho chorado
Saudade que tenho dela
É o que tem me judiado
Se ouvisse os seus conselhos
Não tinha me separado

E a mulher que eu amei
Não tinha me enganado

Diga que aqui em Porto Esperança
Tem alguém que me adora
Uma moça muito linda
Quer conhecer a senhora
Se eu voltar pra minha casa
Levarei a sua nora
Vou dar mágoa aquela ingrata
Que a tempo me jogou fora


Autor(es): Teixeirinha

Las canciones más vistas de

Teixeirinha en Julio